Se você é um empreendedor que está iniciando agora, ou até mesmo um empreendedor que já atua há algum tempo mas não tinha se preocupado em se posicionar da internet até agora, esse artigo é definitivamente uma leitura obrigatória, então confira até o final!

O que mudou na internet? E o que não mudou?

A cada mês que passa, diversas atualizações e novidades inundam a internet.

Updates, ferramentas, soluções, tendências, linguagem e comportamento…num universo tão dinâmico, como acompanhar essa evolução e conquistar relevância a tempo?

Antes de trazer algumas ideias de estratégias digitais que você pode aplicar em seu negócio, vale dizer que enquanto vivemos tantas mudanças, existe um aspecto que está acima de qualquer estratégia: as pessoas!

Podemos adotar hábitos de consumo diferentes, mas as necessidades, anseios e interesses partem de um mesmo princípio: gerar valor para as pessoas.

Por isso, um negócio bem equacionado, com boa oferta, que resolva necessidades reais e seja desejado pelo público não precisa temer a sazonalidade.

O que funciona na internet hoje talvez não funcione tão bem amanhã, mas se o seu negócio serve bem às pessoas, os meios de chegar até elas se adpatarão naturalmente conforme a evolução do mercado digital.

Fique presente para as possibilidades de crescer através da internet, mas perceba que o marketing apenas espalha o que o seu negócio é.

Se você tem um bom negócio, vamos listar aqui algumas ideias para potencializá-lo através de estratégias digitais.

Agora, se o seu negócio possui fortes gargalos e desafios, olhe primeiramente para eles pois estratégias de divulgação dificilmente corrigem problemas estruturais.

Estratégias digitais podem oxigenar seu fluxo comercial, mas é a sua força enquanto negócio que poderá verdadeiramente sustentar o seu business, especialmente no longo prazo.

Dito isso, vamos para algumas sugestões para usar a internet a favor da captação de clientes.

1 – Comece pelo básico: Pesquisas Locais

como divulgar seu negócio na internet

Cadastre seu negócio nas buscas locais como Google Meu Negócio, Bing Places e Waze.

Ao preencher a ficha cadastral e validar seu negócio como parte da rede comercial da sua região, é possível sinalizar sua existência especialmente para clientes localizados próximo à sua região geográfica.

Mantenha suas fichas cadastrais atualizadas e também explore o universo offline para estimular interações do público com seus canais digitais.

Por exemplo: Solicite avaliação dos clientes ou estimule essas avaliações mediante recompensas/brindes/cupom de desconto pois o que os robôs de busca desejam é traduzir no ambiente online o que aquele negócio representa no mundo físico.

Quanto maior tração houver nos seus cadastros locais, mais relevante será o seu perfil nos mapas.

2. Anúncios na rede de pesquisa

Divulgue seu negócio através da rede de pesquisa, com campanhas no Google Ads

Crie campanhas direcionadas para o seu potencial cliente, considerando as buscas feitas por ele no Google.

Pense na jornada de compra: o que o seu cliente deseja resolver que o seu negócio pode ser a solução?

Anuncie para esse público através de uma campanha no Google Ads. Assim, ao conquistar destaques nesses resultados, será possível conectar-se com um dos públicos mais qualificados.

Confira artigo completo sobre google ads nesse post:

 

https://www.zarphost.com.br/blog/como-funciona-google-ads/ 

 

3. Explore a rede social mais estratégica

Estude o mercado e, principalmente, o seu público. Em qual ecossistema você teria mais tração ao prospectar novos clientes?

Que a rede social faz parte da rotina de todos, isso não é novidade. Agora, o ponto é:qual das redes sociais existentes faz mais sentido para o seu negócio?

Se o seu negócio é arquitetura/decoração, qual o potencial de aparecer em destaque no Pinterest, que é um dos maiores bancos de pesquisas visuais nesse segmento?

Se o seu negócio é corporativo, como gestão empresarial, será que uma campanha segmentada no linkedin é mais relevante do que anúncios no facebook?

Estude o mercado e, principalmente, o seu público. Em qual ecossistema você teria mais tração ao prospectar novos clientes?

Ao definir a rede social do seu negócio, planeje um conteúdo de publicações de acordo com o seu objetivo e considere uma verba para investir na distribuição desses conteúdos.

Antes de aportar em vários canais ao mesmo tempo, comece com 1 rede e, na medida que ela se fortalecer, avance para as próximas

4. Considere Anúncios no Instagram

Como o crescimento exponencial do Instagram, quais são as oportunidades geradas para seu negócio ao investir numa campanha regional promovendo um conteúdo de valor para o público nessa rede social?

Ou, se o seu negócio opera com produtos e serviços de desejo, quais os benefícios de engajar potenciais interessados com imagens de alto impacto?

Por exemplo: imagens de viagens, eventos, moda, saúde ou beleza num ecossistema tão favorável a esses nichos?

Além dos nichos mais “nativos” da plataforma, vale ter em mente que não se trata apenas de conteúdos, mas principalmente de pessoas.

O que as pessoas do seu mercado estão buscando e consumindo nas redes? Que tipo de conteúdo o seu negócio pode promover para se conectar com essas pessoas e gerar valor?

A base dessa estratégia não está apenas nos anúncios, mas principalmente no marketing de conteúdo.

Ou seja:entregar conteúdo interessante que converse com a rede e, por tabela, posicione o seu negócio no radar desta audiência.

5. Tutoriais no YouTube

É sabido que o público da rede social tende a se comportar de forma dispersa e “pouco focada” quando navega pelas mídias sociais.

O público de pesquisa, por outro lado, costuma estar focado em resolver uma dúvida ou problema.

Assim sendo, nada mais natural do que assistirmos a uma enorme tração de vídeos “how to”, também conhecidos como “vídeos tutoriais” no YouTube.

Se o público do seu negócio possui dúvidas que podem ser esclarecidas através de um vídeo tutorial, tenha em mente o poder de ajudar diversas pessoas com 1 único conteúdo, que ficará gravado de forma perene.

Afinal, se as redes sociais se alimentam de conteúdo com vida útil de 24h em média, os resultados em plataformas de pesquisa como Google ou YouTube, por sua vez, privilegiam conteúdos por relevância.

Ou seja, mesmo que o conteúdo seja mais antigo, se ele for bom e permanecer útil, continuará sendo listado nos resultados de busca e impactando mais e mais pessoas.

Um vídeo verdadeiramente útil tem o poder de permanecer sendo assistido por anos, caso seu valor seja “evergreen”, ou seja, perene.

6. Terreno próprio ou alugado?

Até agora, todas as dicas consideraram grandes plataformas do mercado.

Só que existe um risco comum a todas elas: Você não controla nenhuma delas.

Há pouco tempo atrás, tivemos um caso com Instagram e WhatsApp down durante o dia, afetando aqueles negócios que dependiam exclusivamente deles.

E isso faz parte, especialmente quando consideramos diversos fatores de força maior que podem impactar na estabilidade desses sistemas.

Isso significa que não devemos contar com eles?

De modo algum! Isso significa apenas que a diversificação é o grande amortizador de riscos, sendo necessária para a saúde do negócio.

Contar com as redes sociais e grandes plataformas é importante, mas ter um terreno próprio e não apenas alugado é mais do que estratégico, é vital.

Manter um site próprio no ar, por exemplo, com um blog de artigos que possam ganhar gradualmente posicionamento no Google ao invés de depender exclusivamente de anúncios, é uma boa estratégia.

Ter um atendimento online de contingência, e não apenas o whatsapp, combinado a uma lista de emails que possam ser nutridos através de ferramentas de email marketing também é uma outra boa estratégia.

Seja um negócio local ou global, físico ou online, o pulo do gato é combinar múltiplas estratégias para que seus resultados não dependam de uma única fonte.

Lembrando que isso também é possível sem a confusão de querer resolver tudo para ontem ao mesmo tempo, mas sim com a clareza dos passos, etapa por etapa, degrau por degrau.

E, por sinal, se você está começando agora a construir a presença digital do seu negócio, criando seu próprio terreno, ou seja, seu site e infraestrutura de e-mails, conte com a nossa equipe para auxiliar nos primeiros passos!